29/03/11

O plantel vai ter 19 jogadores e mais um ... vai vir charters da China

Chinese passengers board an Air China charter flight to Taiwan at Beijing airport. The historic launch of the first direct air service between mainland China and Taiwan in almost six decades is aimed at warming relations between the old foes. Read story July 4, 2008

ALGUÉM LHES EXPLICA QUE O FUTRE NÃO GANHOU AS ELEIÇÕES?

Ainda à espera que seja publicado nos jornais

Declarações, retiradas da TSF, da entrevista de Thorbjorn Jagland, secretário-geral do Conselho da Europa:
- Como é possível a integração na sociedade quando nem sequer se tem comida suficiente
- A educação também é uma chave para se integrar plenamente na sociedade
- Quando os jovens não conseguem arranjar empregos sentem-se excluídos da sociedade


O couro cabeludo do jornalista da SIC comprova que a SIC pretendeu igualmente realizar uma entrevista com o secretário-geral do Conselho da Europa, para confirmar as suas declarações à TSF, mas foi impedido por um primo muito chegado de José Sócrates e um fã de Passos Coelho

28/03/11

PALAVRAS PARA QUÊ?

Preocupações dos portugueses que consultam as notícias através da net, portanto minimamente informados (ver nº de leituras de cada notícia)

1º LUGAR - O MILAGRE
2º LUGAR - A ALIENAÇÃO 
3º LUGAR - OS "CUSCAS"
PENÚLTIMO LUGAR - A POLÍTICA COM IMPLICAÇÕES NO SEU FUTURO

 ÚLTIMO LUGAR - O FUTURO DO PLANETA

27/03/11

O lápis azul não está gasto

Imagine um país em que:
- O povo sai à rua pacificamente, derruba o governo e evita o resgate dos bancos face à crise que eles próprios criaram
- O povo exige nova Constituição e participa directamente na sua elaboração, dando origem a que pela primeira vez na História a elite dominante não tenha o exclusivo da sua redacção
- O povo recusa com êxito pagar indemnizações, decididas pelo governo e destinadas aos clientes estrangeiros dos bancos que entraram em bancarrota e que foram nacionalizados
- A pressão popular consegue que sejam julgados os responsáveis pelas dívidas que entalaram o país

Imagine que esse país está situado na Europa

Chama-se Islândia

A esmagadora maioria da comunicação social escondeu este exemplo de exercício directo de Democracia por parte dos cidadãos. 

Em substituição, apresentam-nos os cromos do costume, comentando os benefícios da estabilidade e do medo.
Fugir para a Islândia ou seguir-lhe o exemplo?

26/03/11

Portugal à vela


Alguém que lhes explique que é um perigo navegar à vela. Principalmente quando a vela está prestes a gastar-se...

1. Sócrates ainda julga que está a governar.
2. Passos Coelho  pensa que já está a governar
3. Angela Merkel, a alemã que fez o estranho caminho da RFA para a RDA, já faz parte da História de Portugal, como nossa governante nos anos mais recentes.
Eleições? Para quê?
O centrão já recebeu instruções da amiga Angela!


25/03/11

Análise política profunda

Passos Coelho - Do alto dos seus tacões de 46,7 apresentou-se em Bruxelas para as exéquias de Sócrates.
O nosso "special one" deve considerar que é um desperdício de tempo e dinheiro a realização de eleições, face a estas sondagens. Voa tão alto que até se esquece das anti-aéreas do seu próprio partido ...
José Sócrates - Parece o Sporting deste campeonato - só já olha para os que vêm atrás. O falso trambolhão vai dar excesso de confiança aos seus adversários mais à direita.
Francisco Louçã - Olha ambiciosamente para os lugares da frente, simulando pouca preocupação com os que se lhe seguem. Jorge Jesus tem falado com ele e converteu-o de censurador irresponsável pela tentativa de queda do governo em censurado responsável pela queda do governo.
Jerónimo de Sousa - Olhar fixo, apenas joga no balanço entre os jogadores que vão caindo de velhos e os que vêm dos juniores. Mostra disponibilidade em fornecer jogadores para a selecção.
Paulo Portas - Só olha para a direita. Anda a juntar os pobres e a insegurança que tem em carteira, para os vender nas próximas feiras de Junho. Sonha em alianças que lhe permitam comprar mais submarinos.

Boas notícias das repercussões dos cenários internacionais:
- Não voltaremos a ter Sócrates a comprar baldes de petróleo na tenda de Gadaffi
- Patrick Monteiro de Barros não voltará a incomodar-nos com a central nuclear de Sines

Maus Passos


Pedro Passos Coelho prometeu uma ruptura com o passado.
Nãaao, não tem nada a ver com Sócrates! Trata-se do seu próprio passado!

No seu livro Mudar, que o lançou para a liderança do PSD, escrevia ele:
- Nunca concordou em taxar ainda mais os impostos indirectos, nomeadamente o IVA.
- IVA TRATA POBRES E RICOS PELA MESMA MEDIDA


Cavalgando as últimas sondagens, prepara a subida do IVA



Ainda só anda em tentativa de Liebesbeziehung com a senhora Angela Merkel e já troca os pés pelas mãos.

24/03/11

"Eles" querem uma área de exclusão aérea sobre a Quinta do Pinipom

Em apenas 12 dias, o PSD "pula e avança".

Dizia Passos Coelho sobre a Moção de Censura do BE de 12 de Março:
- O PSD não está nem estará à espera de nenhum oportunismo político para derrubar o governo !
- Este ainda é o tempo para o PS governar...


E o líder parlamentar do PSD, em 12 de Março:
- O PS tem todas as condições para governar...
- (a moção de censura) é um exercício de politiquice barata com uma dose gigantesca de hipocrisia e cinismo político.


Será que a apresentação do PEC 4 apanhou de surpresa estas "virgens" do PSD?


Depois admiram-se com o descrédito em que caiu a classe política.


Antevendo uma vitória parcial do PSD nas eleições, alguém tem dúvidas que Passos Coelho vai buscar o desgastado disco de vinil de Sócrates "surpreendendo-se" com o estado das contas públicas e culpando os inquilinos anteriores da bagunça em que deixaram a casa?


Uma certeza. As próximas tormentas que recairão sobre os portugueses não terão a designação de PEC's. 
É preciso que algo mude, para ficar tudo na mesma !!!


Contudo, algumas dúvidas pairam sobre o futuro próximo:
- Os portugueses não estarão fartos desta Quinta do Pinipom onde o PS e o PSD pastam os seus rebanhos?
- As centenas de milhares que se manifestaram na "Geração à Rasca" e muitíssimos outros que não puderam, terão alguma palavra a dizer? Não os vejo a desfilar em beija-mão a Passos Coelho...
- Quanto tempo faltará para a Europa dos precários e dos desempregados se manifestarem solidariamente?


Entretanto, assistamos ao desfilar de comentadores, economistas e empresários do centrão, num simulacro de debate político e de discussão de pseudo alternativas.


"Estão a fazer de nós parvos, ou quê?", será a resposta popular?









23/03/11

«Jardim, a grande fraude» de Ribeiro Cardoso nas livrarias em Abril



«Hoje, a Região Autónoma da Madeira é tudo menos autónoma, e o «modelo de desenvolvimento» imposto por Jardim um fracasso total. A ilha vive muito acima das suas possibilidades e está afogada num mar de dívidas, totalmente dependente do exterior. Com a agravante de o regime criado por Jardim ser um simulacro da democracia, uma mancha negra no Portugal de Abril.»

Coisas interessantes

Jovens Tuaregues oriundos do Sul da Líbia, do Mali e da Nigéria, aliciados por Gaddafi para servirem nas suas tropas especiais abandonando a sua secular actividade nómada pelo Sahara, podem ser uma das chaves do conflito, caso continuem a desertar em massa das fileiras governamentais

Na continuidade da campanha de desacreditação do Facebook e do Twitter, agências de informação americanas denunciam notícias postas a circular naquelas redes, nomeadamente quando confirmaram que o ataque à residência de Gaddafi fora executado por um piloto da força aérea do regime num ataque kamikase.
Mokhtar Mohammed Osman na foto 















Jovens líderes da revolução egípcia recusam encontrar-se com Hillary Clinton !!!
Acusam-na de hipocrisia e de representante de um governo que teve uma postura negativa no início da revolução.

22/03/11

Fuma branco


Temos fumo branco!
Desta vez o sinal não é o código cristão de novo Papa.
O fumo branco sai dos reactores 2 e3 de Fukushima

Mas também constitui um importante código:
- Um sinal do elevadíssimo espírito de responsabilidade e abnegação por parte de militares, bombeiros, técnicos e simples trabalhadores que arriscam contaminação para proteger a sociedade. Logo nas primeiras intervenções, o responsável pediu desculpa aos familiares do pessoal empenhado nas tarefas, pelas mais do que prováveis consequências na respectiva saúde. Que exemplo!

- Uma onda de hipocrisia de alguns governos (Alemanha p.e.) que alterou o seu programa de centrais nucleares, face à tragédia de Fukushima.
O programa de modernização ou de criação de novas centrais não estava devida e cientificamente sustentado?
Quais os dados novos resultantes desta tragédia? No Japão, a segurança das populações estava devidamente salvaguardada face aos diferentes e prováveis cenários? Não era uma zona de grande actividade sísmica? Não estava situada junto ao mar e portanto susceptível da acção de um tsunami?
Sempre, mas sempre presente, o terror da opinião pública que condiciona políticos irresponsáveis. Angela Merkel, à boa maneira teutónica, teria todos os elementos disponíveis para uma adequada tomada de decisão. Friamente, os benefícios para a economia suplantariam os riscos da manutenção de centrais atómicas. Este "azar oriental" voltaria, contudo, a opinião pública contra estas medidas. Aposta perdida.

Depois de Fukushima não será fácil intoxicarem-nos com a opção pelo nuclear no seu actual grau de desenvolvimento versus segurança.
Voltem ao estudo e depois voltaremos a analisar.
Honestamente!

A marca do sangue

Uns, "Os Homens da Luta", descendem dos aventureiros que partiram para a epopeia dos Descobrimentos, como bons portugueses praguejantes, voluntariosos e arruaceiros.
Outros, Miguel Sousa Tavares, Vasco Pulido Valente, etc, descendem dos que ficaram cá a dizer mal dos que partiram.

09/03/11

VOZ DE OURO À RASCA

Miguel Sousa Tavares é uma das vozes-de-ouro da SIC.
De ouro porque cada palavra que profere, equivale ao valor de um salário mínimo.
Desta vez, talvez picado pelo JEL dos HOMENS DA LUTA, que disse que as revoluções e mudanças não se fazem com os comentadores, verteu o seu ódio sobre aquele grupo musical e sobre a manifestação da GERAÇÃO À RASCA.
De forma ignorante ou mal intencionada, confundiu os organizadores desta manifestação com outros, de extrema direita, que se pretendem colar e manifestam querer acabar com a classe política.
MST afirma a sua superioridade intelectual sobre o JEL e diz que, se fosse alemão (que pena...), não emprestava dinheiro ao país que apresentava tal grupo musical !!!





SE FOSSE ALEMÃO MORDIA-LHES A GARGANTA
FAZEM-ME SONO...
CUSPIA-LHES !!!

NEM QUERO VÊ-LOS!!!

MANIFESTAÇÕES DE RUA !!!??? QUE LIBERTINOS !!!

QUE RASCAS...

08/03/11

Goodbye Christiania

Christiania słynie z pomalowanych w fantazyjne wzory budynków i psychodelicznego graffiti. To na zdjęciu powstało w 2001 roku z okazji 30-lecia tej hipsowskiej enklawy

Christiania, a última cidade livre da Europa vai perder o seu estatuto.
Fundada em 1971 por um grupo de hippies, constituindo um enclave de cultura alternativa perto de Copenhague, vai submeter-se às leis do mercado.
 Um milhão de turistas vinha aspirar o ambiente psicadélico ou simplesmente comprar cannabis.
Possuía o seu próprio hino ("Vocês não nos podem matar"), a sua bandeira, moeda própria e as suas regras e costumes.
Contudo, "não era proibido proibir":
Era interdito andar de automóvel, tirar fotografias e ...
correr (se correres, és tomado como um ladrão)
e usar colete anti-bala !!!

O governo de direita dinamarquês vai abrir as portas aos promotores imobiliários.
Coerentemente!


07/03/11

Angola - a manifestação adiada "por falta de condições"

Jornal de Angola


"Face aos últimos acontecimentos políticos na arena nacional e internacional, os líderes de organizações da sociedade civil, atentos às manobras desencorajadoras que visam desestabilizar a paz social, declaram o apoio incondicional ao líder da Nação angolana, José Eduardo dos Santos."
- Comunicado do encontro dos líderes do Grupo Espontâneo, Famul, Rede Maiombe, CNJ, CPJ, Alijaca, Fórum dos Jovens Cristãos e Brigada de Jovens Voluntários


Citações bafientas a recordar tempos passados:
"Essas pessoas (os ex-manifestantes) estão a ser comandadas a partir de fora do país, porque os angolanos não têm interesse em criar situações difíceis (...)"


Os governos anti-democráticos pretendem comprar as Forças Armadas 
Umas vezes dão-se mal, outras nem por isso:
- Perante o anúncio da manifestação, o Governo angolano apressou-se a pagar salários em atraso nas Forças Armadas e na Polícia, a fazer promoções em série e a, inclusive, a mandar carradas de alimentos para a casa de milhares de militares








05/03/11

Cardoso Jardim acossado



Ao contrário de Kadafi, o líder das força política pro-governamental madeirense está cada vez mais confinado às áreas rurais.
Depois da manifestação de revolta liderada por J.M.Coelho nas presidenciais e das significativas acções de protesto sobre questões ambientais, são igualmente notórios alguns focos de insubmissão nas próprias fileiras do tiranete.
Cheira à fumaça de revolta e ouvem-se ordens de postos de abandono do navio que está a afundar-se. Lá virá um dia em que congelarão as contas bancárias da família política.

Mas, tal como na Líbia, o futuro é incerto.
Os opositores do regime limitam-se a disparar desordenadamente. As "tribos" preparam-se para o assalto final, fazem-no com algum sectarismo e desentendimento, mas a força dos "mercenários" e dos rurais ainda constitui um bastião do "pai do povo".
Contudo, as forças internas e externas que sempre o apoiaram ou toleraram são muito versáteis ...
Na Líbia como na Madeira!

PND da Madeira assinala 25 de Abril

Gralhas e papagaios



Bagão Félix parecia dar um abanão no seu conservadorismo, admitindo o PCP numa coligação de salvação nacional. 


Afinal era uma GRALHA, como depois se pode confirmar pelo texto da entrevista.
Devia ter havido uma solução saída da Assembleia da República. Uma coligação dos três partidos [PS, PSD e CDS], sem Sócrates.
Afinal, até Sócrates é um perigoso esquerdalho para o seu gosto.
Pobre papagaio ...

04/03/11

Onde tudo começou

Portugal abriu efectivamente um ciclo da história da humanidade e prepara-se para o encerrar simbolicamente.

Tudo começou em plena Idade Medieval.
No Verão de 1415, quando a peste sufocava Lisboa, os Príncipes Portugueses tinham de ser armados cavaleiros.
Depois da geração anterior ter conquistado a glória nos campos de batalha de Atoleiros, Aljubarrota e Valverde, não ficava bem os nobres dos nobres lusitanos serem armados cavaleiros em torneios de cavalaria, onde apenas estava em jogo a virgindade das jovens cortesãs que embelezavam os torneios.
Assim, escolheu-se a conquista de Ceuta, como momento de glória ... e de saque face à provocadora abastança.
Ceuta era um espaço de cobiça onde confluíam longas caravanas com as riquezas orientais e um entreposto de negociação com os demónios cristãos de toda a Europa.
Com a conquista de Ceuta, ficou resolvido o local glorioso para armar cavaleiros os referidos Príncipes.
Em complemento (!!!) a Europa, através dos portugueses, dava o primeiro passo a absorver a Ásia, porque a Ásia principiava no Norte de África.
E começou da pior maneira.
Os jovens guerreiros lusitanos, arrebanhados em Trás-os-Montes, Beiras, Alentejo, etc, só conheciam o ouro como fonte de riqueza deslumbrante. As especiarias, tecidos, murais e peças valiosíssimas foram destruídas procurando o ouro que podiam esconder. Pelo caminho, matava-se e violava-se, na boa tradição medieval.

Depois ... depois todos sabem a história.
A escravatura cobriu toda a África negra.
O saque global atingiu tais proporções que perdura até hoje.
A bota americana pisou terras infiéis. Os filhos da Pátria americana ainda se armam cavaleiros do apocalipse na destruição das casas, agora paupérrimas, dos ditos orientais.
Os povos odeiam o "Ocidente" e desenvolvem uma sangrenta luta para derrubar chefes suportados pelos americanos ou oportunisticamente tolerados por eles a troco de mais saques.

Milhões de mortos mais tarde, temos o honroso cargo de encerrar simbolicamente este ciclo.
Portugal preside ao comité de sanções da ONU para a Líbia.
Para que a comunidade internacional termine com o genocídio de um ditador e o povo reencontre o seu próprio destino.

Ou não!!!
Existe demasiado petróleo em jogo para que a paz milenar seja recuperada por aqueles povos.
Mas nada será como dantes!


02/03/11

Viva a Madeira

CHEGAM NOTÍCIAS DA MADEIRA: 
Já está a decorrer uma petição  à Assembleia da República para rever a Lei de Meios para a Região Autónoma da Madeira, com o objectivo das verbas ao abrigo desta Lei não servirem para a destruição da baía do Funchal.
         Esta petição foi desencadeada pelo mesmo grupo de cidadãos que foi responsável pela petição “Acabem com o aterro, devolvam a praia”, que esteve na origem do cordão humano de 20 de Fevereiro e que já regista mais de 2100 signatários.
         Para que o objecto da petição seja debatido no plenário da Assembleia da República é necessário um mínimo de 4000 peticionários, pelo que apelo a todos os amigos e amigas da Baía do Funchal, que subscrevam a petiçãohttp://www.vivamadeira.com/peticoes/component/content/article/39-activas/165-leidemeios.html e façam a sua divulgação.
         É chegado o tempo de manifestarmos a nossa indignação. Os impostos dos portugueses não podem ser gastos em obras megalómanas, promovidas, projectadas e realizadas por especialistas cujos currículos estão afixados no sorvedouro de dinheiros públicos conhecido por Marina do Lugar de Baixo.
         Sem receio dos insultos, que são a arma dos pobres de espírito,  vamos assinar a PETIÇÃO CONTRA A DESTRUIÇÃO DA BAÍA DO FUNCHAL COM O DINHEIRO DA LEI DE MEIOS!




01/03/11

Hoje é tempo de anedotas, macabras por sinal

1ª - Cavaco Silva em silêncio até à tomada de posse.
Mas, porquê?
Não continua a presidir a inaugurações, a chamar o Governador do Banco de Portugal, etc etc, na qualidade de PR?
Coibiu-se de exercer as suas funções de PR enquanto candidato presidencial?
Uma anedota de mau gosto...

2ª - Cardoso Jardim escreve no seu jornal (Jornal da Madeira) e no semanário Diabo, dois bastiões de defesa da "democracia ocidental", do espírito lusíada e dos comboios a vapor.
Reparem agora nesta anedota com que Cardoso Jardim nos contempla:

"Ao contrário de qualquer moção de censura do PSD CDS ou PCP do bloco não é credível"

"(...) brincadeiras exóticas dessa coisa a que chama 
bloco de esquerda uma burguesia pedante a 
pretender exibir marxismo sem se calhar perceber o que seja"


Além de revelar um especial ódio de estimação ao BE, afinal, também é um especialista em marxismo.

Acreditamos piamente!
Podia mesmo fazer parelha com o outro especialista que aparece, no mesmo dia, na 1ª página do mesmo "jornal":


Mas a anedota ainda não acabou.
Cardoso Jardim derrama a sua cultura futebolística no local mais apropriado:

Confundindo o fogoso "Babá" com "bloco", atira-lhes com uma "desmarcação".
O "bloco" desmarca-se e aparece isolado na área do PS!!!

Cardoso Jardim, diga lá aos seus assessores para irem ao site das Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, para que não confunda "desmarcar" com "demarcar".
Por exemplo:
- A que ponto chegou que até o CDS já se demarcou das Conta da Região de 2009 do GR
- O MPT também se demarca


São os ratos a desmarcarem-se para a extrema-direita e tentar o golo...

Contador

A revolta da chibata (ver primeiro post sobre o tema)

Loading...

O poder da mente

O poder da mente
Nós os iluminados

Arquivo do blogue

A vitória do Ponto e Vírgula

Ressuscitemos a célebre exclamação - "Isso agora, ponto e vírgula".
Esta frase de cariz popular, representava uma forma simbólica de dizer que levantava muitas objecções e exigia explicações a algo que lhe merecia desconfiança.
Regresse o "ponto e vírgula" como forma de dizer BASTA!

Apareçam sempre por aqui!

Na dita Madeira profunda

Na dita Madeira profunda
Bela homenagem (Março 2004)