31/12/11

Estamos todos de acordo

POR TER VENDIDO PORTUGAL ÀS PALETES
POR MANDAR PARA A SANITA DO CAPITALISMO OS DIREITOS ESSENCIAIS DOS PORTUGUESES
PELAS LEGIÕES DE POBRES QUE EMPURRA PARA O ABISMO
... UMA HISTÓRIA MUITO TRISTE!

29/12/11

Auditoria à dívida da Madeira, já!

Parece correcto que o princípio da solidariedade inter-territorial funcione para a dívida da Madeira.
Mesmo que essa dívida seja de Cardoso Jardim que retirou benefícios políticos astronómicos desse facto, nomeadamente na tal "obra feita" que os basbaques turistas continentais costumavam comentar, só agora percebendo que vão, também, pagar a megalomania e esbanjamentos jardinistas.

Mas parece-me igualmente correcto e básico que seja feita uma auditoria à referida dívida, tal como é exigível para a dívida nacional.

Desde já acho abusivo contribuir com o desvio dos subsídios de férias e Natal de todos para pagar os ditames do tiranete, nomeadamente quando pagarmos a acumulação da reforma da função pública com o vencimento de Presidente do G.R. (a ele e não só)
Cardoso Jardim em nova versão do Xerife de Nottingham, o tal que roubava os pobres para dar aos ricos?

 --

27/12/11

O falso anjo

Estas mãos revelaram-se insaciáveis em 2011 na destruição de direitos dos trabalhadores, reformados e desempregados portugueses.
Por manifesta incompetência e declarada opção pelo capital, relegam para a N. S. de Fátima a derradeira esperança de viabilizar Portugal.

«Uma enxadazinha também lhe fazia bem» foi a sua resposta, em campanha eleitoral, quando uma desempregada há 10 anos lhe pedia trabalho.
E NINGUÉM PERCEBEU COM QUEM NOS ÍAMOS METER?

24/12/11

Só para lembrar neste Natal

O polícia sinaleiro dos anos 30 recebia presentes da população.
Agora, o nosso "polícia sinaleiro" só distribui austeridade e promessas de maior miséria para o futuro.
Neste Natal seja solidário e deseje um curto 2012 para este pseudo-governo.

Se tiver tempo leia o "Portugal à coronhada" de Diego Palacios Cerezales.
«... Quando o trabalho escasseava, os trabalhadores formavam bandos precatórios que percorriam a cidade, acorriam às casas ricas, onde exigiam trabalho ou caridade ... O Governo reagia através de cargas de cavalaria da Guarda Municipal ...»

Image and video hosting by TinyPic

23/12/11

O povo é sereno!

Trabalhadores da EDP consideram que os seus direitos estão ameaçados


Furia do Cajado antecipa o cenário de trabalho na EDP




Contudo, como uma democracia que se preza, concederá alternativas para quem não apreciar a disciplina

19/12/11

Cavalos de Tróia e de S.Bento

Pululam avisos de amigos nossos alertando para alguns perigos que nos rodeiam.
Quanta maior a insegurança, maior o reencaminhamento de e-mails precavendo-nos para os males que andam no mundo virtual e no mundo real.

Alguns inofensivos
ALERTA PARA VIRUS QUE DESTROI O DISCO RÍGIDO
Outros com carga xenófoba
ALERTA PARA ROMENOS NOS SEMÁFOROS

A maioria apresenta-se com a credibilidade dada por um qualquer INSPECTOR DA PJ ou similar.

Aconselho a não reencaminhar esse tipo de e-mails sem fazer uma pesquisa simples. Basta pegar numa frase chave do bem intencionado e-mail, pesquisar no Google e facilmente tirará curiosas conclusões.
Alternativamente, consulte este interessante blogue e confirmará a quantidade de lixo que andamos a retransmitir cheios de boas intenções:
LENDAS E FOLCLORES DA INTERNET

Vamos empregar o nosso tempo em alertas mais úteis, como por exemplo com este "Cavalo de Tróia" do capitalismo nacional, que instalámos na cadeira de 1º Ministro.

18/12/11

Vai tu ...

Passos Coelho sugere que professores desempregados emigrem para o Brasil e para Angola


A India talvez seja uma boa ideia.

13/12/11

MAS NÃO É ESSA A IDEIA?

Novas taxas moderadoras podem empurrar doentes para os privados









Nesta Clínica, se te distrais ...


Ontem um homem, operado ao joelho, morreu na clínica de S. António na Reboleira porque houve uma "confusão" de troca de sangue. A vítima estava distraída, não ouviu ser chamado, entrou outro no seu lugar e blá blá blá. 

Recordo aqui a minha experiência na referida Clínica e postada no Fúria do Cajado em 10/07/2010:

Um dia na Reboleira


Vão-nos retirando peças. Desta vez foram uns pedaços do menisco do joelho direito.

45 anos de futebol, não matam mas vão moendo...


Foi um regalo ver na televisão o cirurgião a escarafunchar no meu corpinho e eu a dar palpites.

Mesmo que não precisem, digo-vos que tem a sua piada.


Caricato foi o período de espera antes de entrar na sala de operações. O local é desagradável, tipo corredor acanhado, com macas vazias e ... ocupadas.

Durante cerca de meia hora, fui sendo questionado por funcionárias que perguntavam para que cirurgião é que eu ia. A quarta já me conduzia alegremente para um dos "talhos" mas lá fez a pergunta da ordem ... só para confirmar o seu zelo: - Qual é o nome do seu operador?

Após a minha resposta, travões às 4 rodas e um menos zeloso comentário entre as condutoras: - Não era este, Izilda!

Abençoada pergunta, senão este vosso escriba estaria aqui provavelmente com menos 1 rim ...


Continuei a olhar para o tecto.

Sala 3! Oiço gritar.

Passa uma eficiente senhora de balde e esfregona. Pelo tamanho do balde deve ter havido grande conspurcanço ... Pode ser que não seja o meu talhante!

Sala 2! Gritam novamente.

Já lá vou! Estou a acabar a 3!


Continuei a olhar para o tecto.

Anima-te, a Reboleira tem destas coisas...

12/12/11

Governo aponta arma a utentes de hospitais

Estamos "muito longe de esgotar 'plafond' de crescimento das taxas moderadoras" - Passos Coelho

04/12/11

Ainda a imigração na América Central

Os pobres dos mais pobres da Guatemala, Honduras, Nicarágua, atravessam o México tentando entrar nos EUA.
O que rodeia esta imigração envergonha o ser humano.
Os pobres dos mais pobres, são explorados de todas as formas, incluindo a escravidão.
Indirectamente, os EUA, a Europa e Israel servem de treino às tropas de elite mexicanas que , muitas vezes passam para os rentáveis gangs dos cartéis de droga e de exploração dos referidos imigrantes.

"Surf Fance" ... para não os deixar sair!

A moda dos muros vergonhosos continua na moda. Já lá vão uns anos quando alguém me "explicava" que o Muro de Berlin tinha por finalidade impedir que os alemães ocidentais invadissem o lado Leste à busca de benesses sociais.
Agora os EUA decidiram prolongar pelo mar o poderoso muro que tenta impedir a invasão dos imigrantes mexicanos.
Isto, apesar dos 20 mil agentes americanos de Alfândega e Controle de Fronteiras que vigiam a fronteira com o México.

Todos nós temos uns inimigos de estimação. Já me confrontei várias vezes com os agentes acima referidos em aeroportos americanos e confesso a minha repulsa pelos comportamentos generalizado dos ditos.
A última vez, fazendo apenas escala em aeroporto americano para voar para outro país e portanto sem qualquer indício de ir à procura do "paraíso americano", depois da foto e das impressões abusivas da praxe (a que os governos europeus não são alheios), entro no último controle.
- Não tem nada nos bolsos?
- Nada (tinha tirado moedas, telemóvel, etc etc)
- De certeza que não tem nada nos bolsos?
- Nada
- E isto o que é ? E isto o que é?!!!???
- Um lenço imaculado
- Isto é nada!!?? Isto é nada!!???
- Para uma pessoa equilibrada, em termos de segurança, a única em causa, é nada.
Segue-se um vociferar pouco perceptível e alguns saltos obscenos aos quais volto costas.

Tal como o Muro de Berlin, o muro americano que entra pelo mar devia servir para alguns destes animais não poderem sair da sua reserva e do seu habitat.

02/12/11

Ele só ama os muito próximos...

Acho que D. Manuel Martins está a chamar mentiroso a Passos Coelho!!!!

Rostos

Contador

A revolta da chibata (ver primeiro post sobre o tema)

Loading...

O poder da mente

O poder da mente
Nós os iluminados

Arquivo do blogue

A vitória do Ponto e Vírgula

Ressuscitemos a célebre exclamação - "Isso agora, ponto e vírgula".
Esta frase de cariz popular, representava uma forma simbólica de dizer que levantava muitas objecções e exigia explicações a algo que lhe merecia desconfiança.
Regresse o "ponto e vírgula" como forma de dizer BASTA!

Apareçam sempre por aqui!

Na dita Madeira profunda

Na dita Madeira profunda
Bela homenagem (Março 2004)