31/10/11

Um homem bem informado

PSD e CDS anunciaram na semana passada, com o acordo do PS, a alteração da lei por forma a acabar com as subvenções a ex-políticos que trabalhem no sector privado.

Jorge Coelho enviou esta semana uma carta ao presidente da Caixa Geral de Aposentações pedindo a renúncia à subvenção vitalícia que recebe há 2 anos e que ... lhe ia ser cortada!

A ética acima de tudo ...
principalmente quando é de borla                            Jorge Coelho

A escuridão ao fundo do túnel

Um governo Bimby

Alguém me falou na milagrosa máquina de cozinha Bimby. Segundo a sua página oficial, a Bimby “tem capacidade para fazer quase tudo, a uma velocidade inacreditável”.  Ela corta, bate, amassa, mói e tritura.
Não lhes lembra qualquer coisa?  Por exemplo uma espécie de governo, capataz da troika que nos governa?

Nesta trágica bimbalhada, onde pretendem cozinhar tudo o que mexe desde que não tenha um código de barras que o identifique como rico, nem tudo vai bem:
- O Presidente da República sustenta que corte nos subsídios viola “equidade fiscal”, sendo portanto injusto
- O ex-PR Mario Soares limita-se a dizer que “é um disparate tremendo”
- O insuspeito Guilherme Silva diz que a proposta do OE 2012 atropela a Lei das Finanças Regionais
- O sindicato dos Juízes Portugueses classifica a suspensão, encapotadamente  transitória, dos subsídios de férias e Natal, como violenta, injusta, discriminatória e inconstitucional.
- Entretanto, o Ministro da Defesa, que por inerência do cargo tem residência oficial no Forte de S. Julião da Barra, andava sorrateiramente a receber um subsídio de alojamento. E não andava sózinho...
Como cereja em cima do bolo, as violentas declarações do Capitão de Abril, Vasco Lourenço, sobre a profusão de falsas promessas e mentiras eleitorais do nosso 1º Ministro:
- «O poder foi tomado por um bando de mentirosos»
Algo explodiu nesta abananada democracia.

O mês de Novembro não dará tréguas a quem nos governa desta forma. As manifestações da função pública, dos militares e a greve geral, afastarão o Pai Natal para outras paragens.
É neste contexto que o governo suspira pela musculada ajuda das forças de segurança, mas os seus sindicatos já declararam adesão à manifestação de 12 de Novembro. A máquina Bimby poderá responder “a uma velocidade inacreditável” fazendo deslizar uns subsídios de última hora para as referidas forças de segurança.
  
Na data em que é escrita esta crónica, Passos Coelho sabe que este austerizado país está espremido e nem a NªSª de Fátima alimenta causas perdidas. 
O O.E. em discussão, apenas servirá para triturar o que ainda resta do odiado sector público. Juntem-lhe uns impostos injustos e caminharemos alegremente para 2012!
Os olhos virar-se-ão para o cutelo que virá da Europa, assistindo como meros espectadores à disputa franco-alemã, cujas agendas apontam para salvar a banca europeia e deixar afundar o emprego e os problemas sociais.
Estará temporariamente salvaguardada a avidez da especulação dos mercados? Talvez façam um compasso de espera, para voltarem mais violentos e para assaltarem, em última análise, os bolsos dos contribuintes.

Passos Coelho regressará feliz de Bruxelas. Para ajudar a consolidar os bancos, voltará a explicar que temos de fazer mais sacrifícios.

Mas este governo Bimby devia saber que não é possível meter na máquina ingredientes do tipo BPN, Parcerias Público Privadas, obra de João Jardim, injustiça social e económica e sair de lá um país mais justo onde seja possível viver com dignidade.
Neste mar de sacrifícios, Passos Coelho é claro ao deixar-nos o seu legado político:
- Portugal só sairá da actual crise, empobrecendo.
A escuridão ao fundo do túnel...

Escuridão no fim do túnel



30/10/11

Lá vamos, cantando e rindo

No suplemento de Economia do Expresso estão 2 leituras interessantes:

Medina Carreira, o crítico dos críticos, tem sido uma referência para aqueles que adoram como ele malha na classe política indiscriminadamente.
Ao pedido de "Uma sugestão de um medida para relançar a economia", responde:
No curto prazo não se vê o que se possa fazer com êxito 
OK estamos entendidos sobre as alternativas que apresenta às suas acutilantes críticas.

Ao economista e proeminente industrial, Paulo Nunes Almeida, é feita a pergunta "Faz mais sentido baixar salários aos funcionários públicos ou deveria ser possível reduzir o seu número?"
Reduzir o número de funcionários públicos. A redução de salários cria instabilidade e desmotivação.
OK, ficamos a saber que o desemprego é um mal menor para a direita em Portugal

Não haja dúvida que os nossos comentadores são escolhidos a dedo. Na televisão, no radio e nos jornais, o conservadorismo instalou-se e está na moda.
Melhor, francamente melhor, só os bastidores do futebol:
Pinto da Cota recebeu 1,1 milhões de euros da época passada. Os restantes administradores 660 mil euros cada um. As comissões de compra de 4 jogadores do FCP da época passada, custou 4.5 milhões de euros.

A CRISE TOCA A TODOS!!!!!!

29/10/11

Bruxos falhados

PREMIO PARA ENTREGAR EM 2011


PREMIO PARA ENTREGAR EM 2012

Passos: 2012 será difícil, mas será bilhete para sair da crise

27/10/11

Guerras surdas

25% das reservas de petróleo e gás natural, ainda não exploradas, situam-se no Ártico, originando uma batalha surda entre USA, Canada, Russia, Noruega e Groelandia

Maldito Wikileaks

SARKOZY  e o seu amigo BACHAR

Le président syrien Bachar al-Assad recevant Nicolas Sarkozy à Damas le 3 septembre 2008. (Gérard Cercles-AFP)

Não fazemos dos Direitos do Homem um cavalo de batalha
- comunicação de assessor de Sarkozy a diplomata americano

24/10/11

O chefe do bando ...

Vasco Lourenço diz que o poder foi tomado por um bando de criminosos

Este video já teve 98 823 visualizações. Pouco, muito pouco, para a necessidade de desmascarar o bando.






Fora do auditório do Encontro de Militares, estavam outros tantos!!!!!

22/10/11

É ASSIM A VIDA...

Eu andei em África, inconscientemente, a combater os terroristas ou os guerrilheiros, conforme o ponto de vista.
Agora, passei a receber 40 cêntimos diários como «compensação pelas condições especiais de dificuldade e perigo», mas também para «compensar os combatentes que tiveram de pagar quotas para o tempo de serviço militar».
Não sendo o meu caso, houve quem tenha estado muitos anos à espera da atribuição desta "compensação", por motivos muito mais fortes do que os meus.
Toma lá 40 cêntimos e não te esqueças de agradecer ao sr. doutor-ministro!

Também eu quero agradecer ao sr. doutor-ministro.
Afirmo solenemente que entrego os meus 40 cts aos seus colegas que andam na falcatrua de receber indevidamente um subsídio mensal de renda de casa, que pode ir até 1400 brutos mensais, mesmo não reunindo as devidas condições.
Portem-se decentemente porque talvez haja outros que cedam os seus 40 cts para meter no seu bolso e para não andarem por aí como qualquer salteador do erário público!
É assim a vida!

21/10/11

A Senhora "2 ou 3 anos"

Parece que a ideia de Ferreira Leite de suspender a Democracia por 2 ou 3 anos, recolheu muitos adeptos no aparelho governativo. E ainda lhe acrescentam mais uns...
Agora, mais modesta, limita-se a sugerir a suspensão da gratuitidade do Serviço Nacional de Saúde e do Ensino Público por ... 2 ou 3 anos!
Esperta, tentando seguir as pisadas da Dama de ferro, matava os mais pobres por falta de assistência e assim poupava em subsídios.
Quanto ao Ensino Público, uma cambada de incultos era capaz de ajudar!

A que despudor isto chegou! Pensam que estão nas terras dos zombies

20/10/11

Uma planta para todos os indignados

JUSTÍCIA VERMELHA é o nome popular desta planta.
Vai uma mãozinha para a sua disseminação?

19/10/11

O ventríloquo Gaspar


O sonho de qualquer bom capitalista ou dos seus aliados é reduzir o salário dos trabalhadores, até um limite ditado pela biomecânica, ou seja que permita o trabalhador manter-se em pé, pelo menos durante o período laboral.
Chatice, das chatices, a Constituição não permite que o ventríloquo Ministro das Finanças corte definitivamente o salário de quem trabalha.
Eureka! A solução passou pelo corte
temporário, temporário, temporário, até à exaustão...
Que bom termos um Ministro tão esperto!
Pena estar do lado errado ...

18/10/11

NZA KI MUENA MAMBU MA NZA

VENHAM VER AS CONDIÇÕES EM QUE VIVEMOS



Depois de ouvir a entrevista do Ministro das Finanças e de ver esta reportagem:

- Um bairro designado Quinta da Parvoíce
- Um governo na antítese do Zé do Telhado - Tirar aos pobres para a sobrevivência dos ricos

16/10/11

15/10/11

Basta estar indignado para comparecer


Por onde anda o PCP no apoio a esta luta de indignados que tem como bandeira:

PROTESTO APARTIDÁRIO, LAICO E PACÍFICO
- Pela Democracia participativa.
- Pela transparência nas decisões políticas.
- Pelo fim da precariedade de vida.

Ah, parece que convocaram a sua própria manifestação para 3ª feira

14/10/11

Vestígios humanos

O povo recebeu eufórico a comunicação ao país de Sexa 1º Ministro da Nação.
Hoje, na Praia da Fonte da Telha, homens, mulheres, crianças e até mesmo pobres (arredados desta definição de pessoas), dedicavam-se à nova versão do
LET´S TWIST AGAIN.

Estranhamente, aquela espécie de dança de pesquisa de cadelinhas com os pés, duplicou ou triplicou de aderentes. O povo procura a salvação da forma mais curiosa e divertida. Já nem acreditam em Fátima.

Os bisnetos da Sra Merkel e do Sr Sarkosy terão assim oportunidade de descobrir vestígios humanos (ver foto abaixo) nas desertas terras lusitanas.


Esta tribo está condenada à extinção se continuar a aceitar pacificamente que Passos Coelha lhes tenha  mentido.
O anterior 1º Ministro mentiu e certamente que o próximo também faltará à verdade. Resignação!

Não terá de ser assim! Não temos de continuar a ser assaltados.
Há alternativa .... 15 Outubro pode abrir uma porta!

13/10/11

Idade (Mais ou Menos) Média

A História do Homem está cheia destes exemplos:
- Os povos degladiavam-se, mas o resultado das batalhas não variava muito - os combatentes pobres eram degolados, os ricos eram trocados por um resgate valioso!

Em Portugal, no séc. XXI, não andamos muito longe ... A clique do poder político-económico não conhece derrotas permanentes, limitam-se a pequenas flutuações de poder efectivo.

Os banqueiros estão em dificuldades porque distribuíram pelos accionistas, aquilo que tinham e não tinham?
- V. Exa não se preocupe, já mandei tocar as trombetas convocando a populaça a entregar as suas rendas e tributos!

Regredindo a este ritmo, vamos ter a Idade Média a bater-nos à porta....


09/10/11

Comentário ao resultado eleitoral da Madeira

Se o presente é de luta, o futuro nos pertence - Che Guevara







        O povo vota e festeja à direita.
Oxalá as canas não lhe venham a cair em cima!

06/10/11

Sabe que pode denunciar imagens ofensivas da net?

Se uma imagem é ofensiva para o seu conceito de normalidade, pode denunciá-la.

Os idiotas perdem




Jon Stewart, o apresentador do Daily Show, declarou em recente entrevista que "toda a política é local", quando questionado sobre a contradição do eleitor americano, que se indigna a nível nacional mas que voltará a votar no seu congressista porque a fábrica do seu distrito vai receber os fundos adequados.


Isto não vos lembra nada?
A(s) dívida(s) da Madeira é(são) uma afronta a qualquer família que não entra numa onda despesista, a qual nada tem a ver com o seu orçamento familiar.
Salvo ... se houver um seu gestor de conta que avança desmedidamente com empréstimos, com medo que lhe cuspam na cara!

Qual será a posição de muitos madeirenses face à situação política e económica local?
- Muitos filosofarão que "o futuro a Deus pertence" e que as benesses materiais do passado ninguém lhas tira. Iludidos, votarão "Alberto João" na esperança da eterna continuidade da esperteza saloia do chefe
- Alguns, aqueles que engordaram à sombra da "sua" autonomia, sabem que a mama secou. Uns votarão PSD porque só sabem viver em concubinato com o chefe, outros votarão também PSD mas a pensar que  haverá uma mudança de cavalo e o pasto continuará à disposição. Como se fosse possível!
- Outros, os que pensam para além da cerca da sua casa, dispersar-se-ão em outras paragens, desde que elas não se chamem Cardoso Jardim. Acreditarão na citação de Jon Stewart - "Os idiotas perdem. São enervantes. Causam dificuldades temporárias, mas em última análise, perdem"

Cardoso Jardim tem-se passeado na sua aldeia aos ombros dos seus cipaios.
Chegará a hora em que apenas terá a adulação nostálgica de um idiota grupo de despojados do "ancien regime".

02/10/11

Uma boa alternativa

Uma pergunta ao Augusto Soberano do Principado:
- E se o Grande Cangalheiro da Madeira lhe pedisse asilo político no dia 10 de Outubro?

Uma pergunta pertinente, quer ganhe, quer perca as eleições!!!!!

Longa vida a D. Renato I!


Feito num octógono

Tudo começou nas ruas de Chicago em 1886. O 1º de Maio viria a ser um símbolo mundial.
Agora 7 centenas de pessoas foram presas na ponte de Brooklyn quando se manifestavam no direito de continuar a viver com um mínimo de dignidade.
Washington, São Francisco, Chicago e Boston também se manifestam à volta do Movimento Ocupar Wall Street.
Capitalistas, preocupem-se! Eles andam a revoltar-se no vosso próprio couto!

Entretanto, na Madeira, o tristemente célebre Cardoso Jardim vocifera os últimos estretores.
A gigantesca sanita onde enfiou os milhares de milhões vai acabar por sugá-lo.
Basta que na próxima semana o povo madeirense puxe o autoclismo ...

Jardim vocifera contra a Constituição
Perguntem-lhe quem ficou com o dinheiro.

Jardim vocifera contra os "comunistas"
Perguntem-lhe quem ficou com o dinheiro

Jardim vocifera contra não interessa o quê
Perguntem-lhe quem ficou com o dinheiro

Cardoso Jardim julga que os madeirenses são parvos
Respondam-lhe no dia 9 Outubro

Contador

A revolta da chibata (ver primeiro post sobre o tema)

Loading...

O poder da mente

O poder da mente
Nós os iluminados

Arquivo do blogue

A vitória do Ponto e Vírgula

Ressuscitemos a célebre exclamação - "Isso agora, ponto e vírgula".
Esta frase de cariz popular, representava uma forma simbólica de dizer que levantava muitas objecções e exigia explicações a algo que lhe merecia desconfiança.
Regresse o "ponto e vírgula" como forma de dizer BASTA!

Apareçam sempre por aqui!

Na dita Madeira profunda

Na dita Madeira profunda
Bela homenagem (Março 2004)