30/10/10

Bordel para velhos

ÀS 20.56


ÀS 22.19

Pessoas velhas liderando velhas políticas divertem-se num bordel que custou alguns milhões aos portugueses.
Este orçamento é catastrófico para o desenvolvimento económico e afunda, ainda mais, aqueles que teimam em permanecer à tona de água.
Contudo, tal como ninguém quer estar doente, mas quanto mais cedo for ao médico, melhor, também estava escrito nas estrelas que este orçamento vingava e por isso quanto mais cedo fosse aprovado, menos agravava o jogo da especulação do preço do dinheiro que nos emprestam.

- SÓCRATES FAZIA UNS ACRÉSCIMOS AO O.E. E DEPOIS CEDIA POR FORMA A FICAR TUDO NA ESTACA ZERO.
Representativo desta habilidade foi o recuo do aumento para os 23% de alguns produtos do cabaz alimentar, o tal leite-achocolatado e companhia.

SEREMOS BRUXOS?
É evidente que não. Acontece simplesmente que o Centrão é cada vez mais previsível e reduz-se a um
Primeiro os interesses do partido e depois, se possível, também do país

Os sinais eram visíveis:
- Passos Coelho confirmou em Bruxelas que cada vez mandamos menos no nosso país. "Eles" explicaram-lhe que tinha de aprovar o orçamento.
- Cavaco Silva não prescindia de apresentar-se aos portugueses como um Presidente de grande influência. Tudo tinha de acabar em beleza, na semana da apresentação da sua candidatura e depois do "seu" Conselho de Estado
- Sócrates não prescinde da ribalta. Para governar, mais ou menos a sério, tinha de aprovar o O.E.

O bordel para velhos tinha de acabar em ambiente de inebriante folia. Os velhos embriagaram-se de milhões para cá e para lá. Está na hora de subir aos quartos para lixar os portugueses.
Oxalá tenham uma surpresa ...

27/10/10

Alôôô Aníbal


Sei bem que a minha magistratura de influência produziu resultados positivos - Cavaco Silva

26/10/10

PPP

Não, não é o Partido dos Poetas Pobres
São as Parcerias Público-Privadas (PPP) do nosso descontentamento.
Nos próximos 20 anos serão mais de 12 mil milhões, repito 12 MIL MILHÕES, que teremos de pagar aos privados, em resultado dos contratos no âmbito da construção de rodovias, ferrovias, sistemas de segurança e de saúde.
Na área da saúde os nossos "mineiros" descobriram o filão:
O pagamento quer das infra-estruturas a construir, quer da prestação de cuidados de saúde a realizar será feito fundamentalmente pelo Orçamento do Estado, assegurando-se assim que os grupos privados escolhidos não corram riscos e tenham um lucro garantido, repito, QUE OS PRIVADOS NÃO CORRAM RISCOS E TENHAM UM LUCRO GARANTIDO.





Ainda nos anos 90 era preciso ter exércitos verticais de garimpo para enriquecer com o ouro retirado das jazidas.
Agora, graças às doces PPP, os mesmos de sempre, os "Donos de Portugal", lambuzam-se de ouro que lhes é garantido sem que tenham de correr riscos.






25/10/10

Querida Angela

Segundo Rui Tavares (Público), Sarkozy e Merkel querem rever o Tratado de Lisboa que tem menos de um ano de vida.

Merkel (lembram-se da querida Angela de Sócrates) quer tirar direitos de voto aos países que tenham défices excessivos. Uma forma de punir aqueles que se abotoam com o dinheiro da sua Alemanha, mesmo esquecendo que os fundos entrados em Portugal não são propriamente um acto de solidariedade capitalista.
A ideia transferida para o nível nacional não deixa de ser preocupante e reveladora do respeito que estas Angelas têm pela Democracia.
Seria como retirar o direito de voto a quem não consegue pagar a casa, contraindo assim uma dívida para com o banco. Ou quem não consegue pagar a dívida no infantário.
Lindo, não era???!!!

Novo jogo na PlayStation




Terceira ronda negocial adiada uma hora a pedido do PSD

22/10/10

A guerra do leite achocolatado

É já amanhã a grande luta de titãs - Catroga E. versus Santos T. - numa encenação de Wrestling Entertainment à moda da Beira Baixa.
Em disputa a taxa de IVA do leite achocolatado.
Passos Coelho só não tem referido a questão do leite achocolatado quando se ausenta da televisão por breves momentos.
No entanto, Francisco Assis, num momento de rara cedência nas negociações, já admitiu no Parlamento "ser mesmo evidente haver nessa matéria um espaço para algum debate e, eventualmente, para alguma tomada de decisão". 




Contudo, mesmo dentro do PS desenvolve-se uma profunda discussão ideológica.
Do PS do Porto vem a questão de fundo:
- O Tofu é colocado no escalão de IVA mais baixo (6%) enquanto os sumos naturais estão no escalão mais alto (23%)
Não foi para isto que o Willy Brandt andou a alimentar de biberão o nosso Mario Soares!!!

Esta discussão, que tem reservado os tempos de antena ao PS e ao PSD, esgota-se nesse mesmo objectivo, ou seja convencer os portugueses que só têm duas saídas. O PS com D ou sem D.
Tal como no Wrestling, que faz delirar os adultos-crianças americanos, tudo é encenação. A questão consiste em retirar os maiores dividendos partidários.
Com ou sem leite achocolatado!

21/10/10

A Verdade sem maternidade

Galileu dizia que a Verdade era filha do tempo.
A Verdade de Sócrates será filha de quem???!!!




(Excelente trabalho do 31 da Armada)

15/10/10

Salvação Nacional

Está escrito nas estrelas!
PS e PSD vão entender-se "A Bem da Nação". Os arautos do regime já mandaram vir os Reis Magos para assistirem ao nascimento do "menino". A estrela que mora em Belém poderá, finalmente, anunciar a boa nova da sua disponibilidade para novo sacrifício pelo País.

J. Sócrates, socorrista a tempo inteiro para efeitos eleitorais e coveiro da nossa situação social e económica, já fez o seu estudo em português técnico:

- Elementar, meu caro Teixeira dos Santos! Eles querem negociar os impostos para passar o orçamento?
Então fazemos uns acréscimos de impostos à última da hora e depois cedemos até à estaca actual ...

Todos ganham. Passos Coelho vence nas "negociações" e Sócrates tem o seu orçamento.
TODOS?
TODOS COM EXCEPÇÃO DA MAIORIA...

14/10/10

Auto-flagelação

Com toda a legitimidade democrática, existem organizações nacionais e internacionais que se opõem a guerras ilegítimas.
Em Portugal surgiram, com alguma visibilidade, duas plataformas que aproveitam a Cimeira da NATO em Portugal entre 19 e 21 de Novembro, para defender os seus ideais e condenar os objectivos da Cimeira.
São elas a

e

Dados os objectivos comuns, afigura-se natural que se manifestem no mesmo espaço e à mesma hora.

Lamentavelmente e com um significado que vai para além de uma situação meramente pontual, a PAZ SIM!NATO NÃO! insurge-se contra esta simultaneidade de manifestações de forma inacreditável:
A atitude dessas outras entidades demonstra uma preocupante falta de responsabilidade política e só pode ser lida como uma lamentável tentativa de pôr em causa a natureza, objectivos e características da manifestação que a Campanha «Paz Sim! Nato Não!» está a convocar, para além de constituir um acto de deliberada procura de factores conflituantes;

- A Campanha «Paz sim! NATO Não!» rejeita qualquer tentativa de instrumentalização por parte dessa ou de qualquer outra entidade da manifestação convocada para dia 20 de Novembro, nem permitirá que a sua manifestação seja posta em causa por oportunistas razões de aproveitamento político da mobilização popular promovida pela «Campanha Paz sim! NATO não!».

Com atitudes destas, infelizmente reflexo de outros sectarismos da nossa sociedade, as guerras ilegítimas podem seguir triunfantes a sua marcha.
As "vanguardas" não abdicam da sua auto-proclamação de eleitos e da sua ilusória imagem de exclusividade na condução dos processos!
Uma excelente forma de auto-flagelação de defesa de ideais comuns ...

13/10/10

Os donos da mina

E os mineiros são retirados, um a um, do inferno em que viveram 69 dias.

Furia do Cajado propõe uma petição às autoridades chilenas de empréstimo dos equipamentos necessários para retirar os portugueses do buraco em que nos meteram.
Mesmo que, os que estão "à superfície", digam que lá em baixo (Rendimento Mínimo) é que se está bem!

Entretanto, saiba como é que algumas famílias se apoderaram dos rendimentos desta "mina" 


Apresentação do livro na Livraria Buchholz na Av. Duque de Palmela, nº4 em Lisboa, às 18.30 de 20 Outubro.

12/10/10

11/10/10

Uns desenvolveram a crise, outros pagam-na. É justo ...

Sexta-feira de justiça:

O Conselho de Ministros aprovou a norma que proíbe a acumulação de salários com pensões suportados pelo Estado.

Sabado de "ponderação":
Teixeira dos Santos, explicou que essa proibição só se aplicará às situações futuras
Teixeira dos Santos explicou que, após ter ponderado melhor, o Governo achou por bem ser "prudente" e aplicar a norma apenas aos futuros casos.

As gasolineiras Galp, BP e Cepsa aumentaram hoje e durante o fim de semana os preços do litro de gasóleo e gasolina, a reflectir um aumento das cotações dos combustíveis nos mercados internacionais.
As gasolineiras nem querem saber da crise. Passam-na directamente para os bolsos do consumidor!

Já dizia o Presidente da CGD que o imposto sobre os bancos seria reflectido nos clientes.

10/10/10

Pegadas de dinossauro

Fúria do Cajado sumiu-se durante 1 semana nas areias de Porto Santo.
Trouxe novidades para a comunidade científica:
- Descobriu na areia umas pegadas de dinossauro. Começavam numa moradia à beira-mar, vítima de "ocupação selvagem", terminando num irreconhecível Bar do Henrique.
As pegadas mais recentes, além de se revelarem mais trôpegas, são bastante mais profundas, como provável consequência da sobrecarga de culpas nos últimos acidentes trágicos da Madeira e Porto Santo.
Outras pegadas, circundantes, atropelam-se na sua insignificância de agradar ao decadente dinossauro.

01/10/10

A pé ou de submarino aí vamos a caminho


PROTETORADO DO FMI

  • 450 mil funcionários públicos perdem pelo menos 1 salário por ano
  • 32 mil contratados a prazo da função pública poderão ficar sem emprego
  • 752 mil trabalhadores do sector privado têm contrato a termo
  • Corte de 20% no RSI
  • População paga 6 de cada 10 euros de esforço de contenção
  • 383 mil famílias perdem Abono de Família
  • Pensionistas com reformas superiores ao ordenado mínimo pagam 169 euros de IRS
  • Mais 1% para a C.G.A.. Em "compensação" cortam nas compartecipações nas consultas da ADSE
  • Benefícios com PPR's ameaçados
  • IVA já vai em 23%
Por outro lado:
  • Patrões concordam com medidas e dizem que só pecam por tardias
  • Economistas dizem que os problemas estruturais mantêm-se
  • O Governo anda à "procura" de contributos do sistema financeiro
  • Bruxelas pede mais reformas
  • Basílio Horta considera que já deviamos ter recorrido ao Fundo de Estabilização Europeia
  • Joe Berardo diz que há pessoas que trabalham com ele, que serão atingidas ...
  • Baixam os juros da dívida soberana portuguesa, mas os especuladores não estão convencidos e alertam para uma nova subida
Entretanto no Parlamento, Sócrates e Portas atiram submarinos um ao outro, empurrando para o adversário a peçonha de tal armamento.
Não faltará muito para os portugueses se dependurarem na Ponte 25 de Abril para cuspirem à passagem do Tridente.
Pobres marujos!!!

E aí vamos nós para uma GREVE GERAL em 24 de Novembro.

Contador

A revolta da chibata (ver primeiro post sobre o tema)

Loading...

O poder da mente

O poder da mente
Nós os iluminados

Arquivo do blogue

A vitória do Ponto e Vírgula

Ressuscitemos a célebre exclamação - "Isso agora, ponto e vírgula".
Esta frase de cariz popular, representava uma forma simbólica de dizer que levantava muitas objecções e exigia explicações a algo que lhe merecia desconfiança.
Regresse o "ponto e vírgula" como forma de dizer BASTA!

Apareçam sempre por aqui!

Na dita Madeira profunda

Na dita Madeira profunda
Bela homenagem (Março 2004)