30/11/10

28/11/10

Vai dar frutos. Acreditem!

Faz hoje seis anos que deixei a Madeira e as funções que exercia.
O trabalho de um corajoso jornalista no DN-Madeira (Miguel Fernandes Luís) demonstra aquilo que todos sabemos:
- O sistema montado por Cardoso Jardim, no seguimento daquilo que melhor aprendeu no seu período de bajulação do marcelismo-salazarismo, aponta as suas armas a quem não siga cegamente os grandes desígnios do partido de que se apropriou.
- A vida difícil daqueles que não lhe beijam a mão, principalmente aqueles que vivem na Madeira, terá sempre o reconhecimento de muitos. É extremamente recompensador. Podem crer!

27/11/10

The Wall Street Government

Inside job, o filme que nos dá a dimensão pornográfica do "governo mundial" instalado em Wall Street.

A palavra Holocausto transporta-nos, inconscientemente, para o extermínio de milhões de pessoas que faziam parte de grupos politicamente indesejados pelo regime de Adolf Hitler.
Contudo, a crise económica de 2008 que se estendeu a todos os pontos do globo, foi construída por criminosos da alta finança tendo em vista pornográficos lucros, com a complacência de um sistema político subornado a todos os níveis.
As suas consequências actuais e principalmente futuras são incalculáveis.
Seguramente centenas de milhões de pessoas serão condenadas à pobreza.
Dezenas de milhões de crianças passarão fome.
Milhões de velhos e doentes reduzirão o seu período de vida.

É certo que não houve câmaras de gás, nem campos de concentração.
Os seus intérpretes não usam bota cardada, antes se passeiam nos corredores do poder e confundem-se com ele.
Não fazem discriminação, embora as vítimas sejam preferentemente de estratos sociais médios ou baixos.

Realmente não é o holocausto.
Fiquemo-nos por UM CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

Alguns destes criminosos fazem parte do governo de Obama, enquanto outros movimentam-se para continuar a sua obra.
As vítimas são chamadas para mais sacrifícios.
É necessário ajudar os culpados, para que tudo volte à normalidade!


(clique na imagem)

E agora José Sócrates?

A galega Ángeles Durán acaba de registar o Sol em seu nome, baseando o seu direito por não existir, nem conhecer-se, em 5 mil milhões de anos, qualquer proprietário até à data.
Declara-se dona do Sol, por usucapião, tendo feito propriedade do Sol de boa fé, de forma pacífica e ininterruptamente durante mais de 31 anos.(O notário tem o seu escritório numa urbanização denominada "O Sol")

Comenta-se que a notícia caiu como uma bomba nos assessores de José Sócrates, uma vez que era dado adquirido que o "chefe" era o seu único e incontestado proprietário.

O assunto ainda vai fazer correr muita tinta, uma vez que Passos Coelho julgava-se com direito de propriedade de 50% do Sol, pelo menos até às próximas eleições.

A visita mensal

DECO-PROTESTE
Exigimos cortes na factura da electricidade. Subscreva a nossa petição e dê mais energia a esta causa.
Na factura de electricidade, há custos impostos ao sector que resultam de opções políticas e medidas legislativas. Mas se estes “Custos de Interesse Geral” fossem reduzidos em 10%, estaríamos perante uma redução na factura na ordem dos 5%, em vez de um aumento de 3,8 % num serviço público essencial, como a electricidade.
Para muitas famílias, os aumentos em simultâneo em várias áreas de consumo pode ser dramático. Por isso, exigimos cortes nos custos extra que pesam na factura mensal da electricidade.
Junte-se ao nosso protesto. Assine a petição para dar força à nossa intervenção junto do Governo e da Assembleia da República

25/11/10

Ao ritmo do Benfica

A aldrabice já é aceite como um dos "valores" da tradição portuguesa.

Já assimilámos, com toda a naturalidade, que o Governo ou os Sindicatos (ou ambos)
sejam encarados como mentirosos.
Nesta Greve Geral os números da greve dados por cada um deles, são tão próximos como Sarkosy de uma cigana. Logo, pelo menos um deles mente com os dentes todos. Contudo, podem estar os dois a mentir!
Mas como já é hábito...tudo bem!
Mais ainda. Alguma comunicação social, não satisfeita com esta cimeira da mentira, ainda dá mais umas marteladas nos números para o descrédito ser total.


Diário de Notícias
                                                                                                            Diário Económico



I
Mas a mentira da Democracia Portuguesa não passa apenas pela deformação de números.

Ontem, a Assembleia Legislativa da Madeira funcionou apenas com os deputados da "casa" (PSD)

Na Assembleia da República discutem-se regimes de excepção.
Os cortes salariais na Função Pública toca a todos? Sem dúvida!
Toca mesmo a todos? Claro que não!



24/11/10

Benfica Universal

Benfica depois de no ano passado ter feito a felicidade dos benfiquistas, partiu para fazer a felicidade dos outros!




Precários Inflexíveis explicam

Mandem vir condutores-robot



Parece um cenário bélico, mas não é.
Trata-se simplesmente do parque recolha de lixo de oliviais às 22.40h.
Tudo parado.
Talvez tenha saído algum carro de um fura greves. Livremente, como deve ser!

23/11/10

SOS RACISMO faz 20 anos

O SOS-RACISMO continua a lutar.
Nesta Europa, a vida não é fácil para quem ousa ser diferente nos seus costumes.
Apesar dos discursos governamentais que continuam a esconder a realidade de centenas de milhares de cidadãos que tiveram a má sorte de nascerem e viverem do lado errado dos direitos humanos.

20/11/10

Não houve sangue. Paciência, sempre ficaram os blindados ...

As medidas preventivas deram resultado - Comandante da PSP de Lisboa

A Polícia (tal como o Chefe) tem sempre razão.
Se os blindados tivessem chegado a tempo, então nem haveria manifestação.

Manifestação contra a Nato decorreu sob grande tensão - Jornal de Notícias

Os submarinos            e os índios

estiveram, "sob grande tensão", quase, quase a atacar.

Faltou-lhes as pedras da calçada que a PSP pediu à Câmara para ser reparada 

Afinal, até uma Cimeira da NATO pode ter este lado positivo. Os transeuntes agradecem!

Triste, foi saber-se que a única atitude de alguma tensão, foi desencadeada pela organização da manifestação, quando pediu à PSP para expulsar alguns elementos, que foram imediatamente enquadrados por um cordão policial.
A provocação estava lançada, mas felizmente ficou por aí.
Para frustração dos polícias (alguns) e dos elementos da organização (poucos) ... 

18/11/10

Querem vender-nos "Polvo à Lagareiro"

Artigo 7.º da Constituição da República Portuguesa


Relações internacionais
2. Portugal preconiza (...), a dissolução dos blocos político-militares (...)

O regresso à normalidade

Socrates sobe nas sondagens

VENHA DE LÁ MAIS UM PEC, Sr 1º Ministro.
 O PESSOAL AGUENTA!
OBRIGADO!

17/11/10

Presente de Natal



Clique no bacalhau


Cenários de medo

Empregada de loja da Baixa lisboeta:
- A minha mãe ligou-me para não sair de casa nesses dois dias (da Cimeira da Nato)

Terá este espírito generalizado de medo alguma coisa a ver com as necessárias medidas de segurança, indispensáveis para impedir infiltrados de realizar vandalismos?
Ou alguém retira dividendos em simular que as legítimas e legais manifestações são sinónimo de terrorismo?

Sobre a "Segurança da Nato", o JN refere:
- No posto de passagem de Vila Real de Santo António/Castro Marim foram efectuadas mais "cinco detenções, das quais quatro por tráfico de estupefacientes e uma por condução sem habilitação".



Pois nós diremos que os agentes policiais foram negligentes, pois numa "fronteira" onde passam dezenas de milhares de automóveis por dia, detetar apenas 4 transportadores de droga e 1 sem carta de condução é mera incompetência.
Contudo, o importante é transmitir aos leitores que as manifestações serão ocupadas por drogados e criminosos.
 
Alguém duvida que um autocarro de Madrid, com jovens que pretendem aderir à manifestação anti-Nato, nunca chegará a tempo de participarem?
Segurança exigente, de acordo. Atropelos aos direitos das pessoas, não. Intoxicação despudorada da opinião pública, também não.

16/11/10

Outra vez...NÃOOOO!

À beira do precipício, a alta costura nacional quer conceber e lançar o paraquedas da "Grande Coligação" ou da "Salvação Nacional".
Uma Grande Coligação, sem a esquerda obviamente, conduzida por Cavaco Silva. O Presidente que só diz banalidades aos portugueses mas que faz as suas alquimias nas catacumbas do Palácio de Belém, quer socorrendo-se de Eduardo Catroga para fazer passar o orçamento, quer ocupando espaços vazios na sequência da desagregação socialista, reflectida nas últimas sondagens.
Uma Coligação de Salvação Nacional, constituída pelo mesmo poder político e financeiro que nos mergulhou neste deserto de ideias, traduzido em apenas vislumbrarem saídas através da extorsão de salários e da aniquilação de qualquer futuro minimamente decente.
Os coveiros querem agora salvar-nos da decomposição!

Eles andam por aí, de televisão em televisão, apregoando a desgraça e ao mesmo tempo a salvação, através de mais sacrifícios.
O comportamento mafioso do sistema financeiro empurrou-nos para este bêco. A factura da crise é para ser paga, mas a banca continua com lucros.
As "figuras da crise", os gurus do sistema económico, atropelam-se para nos venderem o medo e conduzir o pensamento das pessoas.

O pensamento único da pretensa saída para a crise através de mais sacrifícios, está vendida.
Seguem-se as forças políticas para disputarem a exploração desse pensamento.
Nem que seja através de velhos e bafientos "salvadores da Pátria"!

15/11/10

Parcerias ...

Foi publicado recentemente um Estudo oficial do Ministério das Finanças relativas às Parcerias Público Privadas, referente a 2009.
Lê-se no referido estudo:

-Importa referir ainda, como facto relevante, a decisão anunciada pelo Governo de reforçar a capacidade do Estado no acompanhamento da preparação e no desenvolvimento dos investimentos implementados na modalidade de PPP

Obrigado J. Sócrates, dirão os contribuintes perante os resultados ruinosos, principalmente na área da Saúde.

No mesmo estudo são mencionados os contratos de parcerias e quer seja nos novos Hospitais de Braga e de Loures, ou nos que estão em concurso, os Grupo Mello e Grupo Espirito Santo repetem-se num monopólio aglutinador.

Obrigado J. Sócrates, dirão em outro tom os eternos Donos de Portugal.

As figuras da crise, gurus do sistema económico têm nomes e moradas (muitas).

A condução do pensamento das pessoas fica para os seus lacaios políticos!

11/11/10

Ninguém nos bate!

Furia do Cajado regressou ao jogo das letras, das palavras e das ideias.
Feliz por não ter assistido à agonia do Benfica, selvaticamente condenado à morte por lapidação.
Tal como descreve o Código Penal Iraniano, relativamente ao tamanho das pedras para que estas provoquem dor sem provocar a morte, também a equipa de Jesus cumpriu o seu calvário.
Vingaram-se nos pobres dos angolanos.

Mas, no regresso a este país que não deixa de surpreender-nos, ficou a saber que em Beja houve uma manifestação de 5 estudantes, escoltada por 10 polícias.
Provavelmente, um pequeno ensaio para o cenário das manifestações contra a guerra e contra a Nato. Iremos assistir a uma cidade policialmente ocupada, com o medo como prato do dia.
Não temos dúvidas que, caso não haja infiltrações de grupos anarquistas, como os “Black Blocks”, o Ministro da Administração Interna terá dificuldade em explicar gastos e investimentos desajustados.
Como é afirmado no Forum da GNR, "depois da Cimeira da NATO vamos ver estas viaturas (blindados) a patrulhar os Morros e Favelas de Lisboa" e "autênticos tanques a entrar em bairros problemáticos só vai provocar reacções ainda mais violentas"

A violência tem pouco sentido numa manifestação contra a guerra. Mas o clima de medo também não ajuda!

02/11/10

O ginasta do ano

Começou a dura tarefa de Cardoso Jardim pôr-se de pé para preparar as eleições regionais de 2011.


Colou-se ao "sim, patrão" quando foi necessário ajoelhar-se após a catástrofe de Fevereiro último.




Agora vai zangar-se com os de fora para garantir o voto dos da casa.

Flecte e estica, flecte e estica ... flecte e estica.

Contador

A revolta da chibata (ver primeiro post sobre o tema)

Loading...

O poder da mente

O poder da mente
Nós os iluminados

Arquivo do blogue

A vitória do Ponto e Vírgula

Ressuscitemos a célebre exclamação - "Isso agora, ponto e vírgula".
Esta frase de cariz popular, representava uma forma simbólica de dizer que levantava muitas objecções e exigia explicações a algo que lhe merecia desconfiança.
Regresse o "ponto e vírgula" como forma de dizer BASTA!

Apareçam sempre por aqui!

Na dita Madeira profunda

Na dita Madeira profunda
Bela homenagem (Março 2004)