26/10/13

Será conforme a pintarem


Foi preciso estar lá!
Para ver uma manifestação jovem com esmagadora predominância de jovens.
Para avaliar jornalistas que mentem sem faltar à verdade.


O jornalista do DN desenvolve no texto que afinal "estavam 2 mil pessoas em frente ao Parlamento às 18 horas". Vá lá, podia dizer que às 22 horas só lá estavam os polícias. Na verdade às 17 horas o recinto estava cheio e um mar de gente sem lá conseguir chegar.
PODIA TER DITO, que cerca de 15 a 20 mil pessoas participaram da manif em Lisboa

Fica uma grande mensagem:
- Os jovens voltaram à luta, com muita energia e com muita raiva.
  A luta vai ser dura, porque o poder decretou mobilização geral da tropa de choque - jornalistas com a dignidade em saldo,  políticos indignos e infinitos sempre-em-pé.

1 comentário:

Manuel CD Figueiredo disse...

Esta comunicação social é uma trampa, que o Governo compra e nós pagamos. Um nojo!
A boa notícia é a atitude dos jovens, que aplaudo, com a certeza que não desanimam.

Contador

A revolta da chibata (ver primeiro post sobre o tema)

Loading...

O poder da mente

O poder da mente
Nós os iluminados

Arquivo do blogue

A vitória do Ponto e Vírgula

Ressuscitemos a célebre exclamação - "Isso agora, ponto e vírgula".
Esta frase de cariz popular, representava uma forma simbólica de dizer que levantava muitas objecções e exigia explicações a algo que lhe merecia desconfiança.
Regresse o "ponto e vírgula" como forma de dizer BASTA!

Apareçam sempre por aqui!

Na dita Madeira profunda

Na dita Madeira profunda
Bela homenagem (Março 2004)